Economia e Mercado

Bolsonaro cogita revogar norma que proíbe venda direta de combustível

[Bolsonaro cogita revogar norma que proíbe venda direta de combustível]
Por: Antonio Cruz/ Ag. Brasil Por: Redação BNews 0comentários

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quarta-feira (15) que está discutindo a possibilidade de revogação de norma da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que proíbe a venda direta de combustíveis aos postos.

De acordo com informações da Agência Brasil, o presidente se reúne nesta quarta com ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, para debater o assunto. Nesta manhã, Bolsonaro voltou a defender que direta de etanol das usinas para postos de combustíveis e também de outros derivados do petróleo.

“Não é apenas a venda direta de etanol para o posto de combustível, é de outros derivados também. Nós importamos óleo diesel, gasolina, por que não do porto ir diretamente para o posto de gasolina? Por que tem que viajar centenas de quilômetros?”, indagou.

Atualmente, a norma da ANP estabelece que todo combustível deve passar por empresa distribuidora antes de chegar às bombas dos postos. O presidente disse que está em contato com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para tratar da revogação dessas normas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas