Educação

Secretário de Educação de Salvador demonstra preocupação com cortes do Governo Bolsonaro

[Secretário de Educação de Salvador demonstra preocupação com cortes do Governo Bolsonaro]
Por: Reprodução/ Youtube Por: Márcia Guimarães 0comentários

O secretário de Educação de Salvador, Bruno Barral, reagiu com preocupação aos cortes realizados pelo Governo Bolsonaro na Educação. A redução, que conta também com o contingenciamento no orçamento das universidades e institutos federais, já chega ultrapassa R$ 6 bilhões.

Em entrevista ao programa "Jornal da Cidade II Edição, com José Eduardo", veiculado na Metrópole FM, na noite desta quarta-feira (14), Barral ele lembrou as manobras do governo para a aprovação da reforma da Previdência, utilizando dinheiro da educação. Contudo, mesmo com os cortes, ele acredita que o Executivo irá priorizar a área a partir de agora.

“Ainda temos tempo para retomar isso. Acredito que a recomposição e a prioridade do governo para a Educação vão ser feitas, inclusive com a nova formulação do Fundeb - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, que é imprescindível para que a gente tenha uma educação de qualidade. Para uma educação de qualidade, são necessários três itens: financiamento, aprendizagem e gestão. E o Governo Federal é fundamental para garantir o financiamento da educação no Brasil todo, tanto nos estados como nos municípios”, analisou o secretário.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas