Eleições 2018

Justiça baiana determina busca e apreensão em santinhos com Lula candidato a presidente

[Justiça baiana determina busca e apreensão em santinhos com Lula candidato a presidente]
Por: Reprodução Por: Juliana Nobre 0comentários

Os santinhos que circulavam no interior da Bahia com Lula ainda candidato a presidente terão que ser recolhidos no prazo de 24 horas em todo o território baiano. A decisão da Justiça baiana foi provocada pela coligação Para Mudar a Bahia, encabeçada pelo candidato do Democratas ao governo da Bahia, José Ronaldo, após denúncia feita pelo presidente nacional da legenda e prefeito de Salvador, ACM Neto.

Na terça-feira (25), a Folha de S. Paulo publicou o pedido do DEM alegando que as colinhas com Lula estavam sendo distribuídas principalmente em cidades do interior divulgando “fatos distorcidos e sabidamente inverídicos”.

Na decisão da juíza Carmem Lucia Santos Pinheiro, a magistrada determina a apreensão “no prazo de 24 (vinte e quatro) horas, de todo e qualquer material de responsabilidade das coligações representadas e seus respectivos candidatos, nos quais conste o nome de LULA como se ainda fosse candidato ao cargo de Presidente da República”.

Contradizendo a defesa da coligação do governador Rui Costa (PT), a juíza aponta que, mesmo que os panfletos tivessem sido impressos antes do indeferimento da candidatura do ex-presidente “caberia às representadas recolher todo o material gráfico ilegal, apto a gerar dúvida no eleitorado, mormente no volume produzido, totalizando 2.100.000 (dois milhões e cem mil panfletos), distribuídos por diversos municípios do Estado”. A ação partiu dos advogados Lilian Maria Santiago Reis, Ademir Ismerim Medina e Savio Mahmed Qasem Menin.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas