Eleições 2020

Do “bloco” partidário, Bacelar não foi informado de troca de Coronel por Eleusa

[Do “bloco” partidário, Bacelar não foi informado de troca de Coronel por Eleusa]
Por: Roberto Viana / BNews Por: Márcio Smith e Victor Pinto 0comentários

Repercutiu nesta semana a possibilidade de troca do nome de Angelo Coronel (PSD) para o da sua esposa Eleusa nas conjunturas de formações de chapas que venham concorrer a prefeitura de Salvador nas eleições deste ano. Apesar do burburinho, o assunto ainda não chegou nas hostes partidárias.

O deputado federal Bacelar (PODE), aliado do pessedista na composição de um eventual bloco de siglas para a corrida majoritária, por exemplo, não foi infomado da troca. “A mim não me disse que teve mudança de plano”, disse ao BNews na manhã desta sexta-feira (14).

Questionado ainda sobre as negociações de incremento do bloco partidário, Bacelar afirmou que a situação está na base do “vai e volta”. “Não é fácil democraticamente construir candidaturas que unam um marco tão grande, mas vamos conseguir”, grantiu ao completar que tem confiança do apoio do governador Rui Costa (PT) na garantia de viabilização da sucessão no Palácio Thomé de Souza.

Bacelar é um dos nomes que pode fazer parte da articulação governista de pulverizar candidaturas no intuito de levar o pleito para o segundo turno e torná-lo competitivo anti o nome escolhido do prefeito ACM Neto (DEM), o secretário da Infraestrutura Bruno Reis.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas