Eleições 2020

"Não atrapalha", avalia Rui Costa sobre fatiamento da base em Salvador

[
Por: BNews/Vagner Souza Por: Victor Pinto e Henrique Brinco 0comentários

O governador Rui Costa (PT) negou que o fatiamento da base em Salvador atrapalhe os planos do Palácio de Ondina em Salvador. O gestor defendia inicialmente um plano com apenas três candidaturas: Major Denice (PT), Olívia Santana (PCdoB) e Sargento Isidório (Avante). Todavia, o candidato Bacelar (Podemos) se manteve firme na decisão de seguir com a campanha e não coligar com o PT.

"Não atrapalha, não. Acho que Bacelar conhece bem a cidade. Acho que vai contribuir para o debate. O fundamental é que a eleição ocorra no primeiro turno com um grande debate sobre o futuro da cidade, os próximos passos, com cada um apresentando duas ideias e que possamos estar juntos no segundo turno", declarou ao BNews durante a Convenção do Podemos, na manhã desta quarta-feira (16).

Rui também minimizou a possibilidade de líderes de repercussão nacional, como Lula e Bolsonaro, tenham influência na campanha na Bahia. "Acho que todos sempre têm alguma influência. Acho que isso não se mede com um termômetro. As pessoas vão formando opinião ouvindo vizinhos, os políticos conhecidos", comentou. Ele também criticou as pesquisas que aferem índices de transferências de votos.

Leia também: Wagner minimiza fatiamento da base do PT em Salvador: "Realidade da política se impõe"

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas