Eleições

'Não é mais possível, para mim, andar com o PT na política', diz Ciro

['Não é mais possível, para mim, andar com o PT na política', diz Ciro]
28 de Setembro de 2018 às 17:37 Por: Roberto Viana/Arquivo/BNews Por: Redação BNews

O presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta sexta-feira (28) que o PT se transformou em uma "organização odienta de poder".  Em entrevista à Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, ele descartou se aliar ao partido em eventual segundo turno. 

"O PT contou comigo ao longo dos últimos 16 anos. Na medida em que eles se juntam com o Renan Calheiros, que presidiu o Senado no impeachment que eles chamam de golpe, que estão juntos no Ceará com o Eunício Oliveira, não é mais possível, para mim, andar com eles na política", declarou.

A fala de Ciro vem depois de seguidas sinalizações de Fernando Haddad por uma composição no segundo turno. 
Na entrevista, o pedetista reiterou na entrevista que tem respeito pelo "amigo Haddad", mas que o PT "tem feito muito mal ao Brasil de um tempo para cá". 

"A Manuela d’Ávila (vice de Haddad) foi alvo de chantagem vergonhosa da burocracia do PT. Ela foi brutalmente retirada da disputa política para ser a vice. E ela estava cumprindo um papel muito bonito na pré-campanha", assinalou Ciro.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar