Eleições

Bolsonaro critica empréstimos do BNDES para a Venezuela em rede social

[Bolsonaro critica empréstimos do BNDES para a Venezuela em rede social]
30 de Setembro de 2018 às 17:22 Por: Reprodução/ Redes sociais Por: Redação BNews

Por meio de sua conta no microblog Twitter, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, criticou neste domingo (30) os empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que é estatal, para a Venezuela - país que, segundo ele, é controlado por um governo tirano.

Mais além, afirmou que se eleito, em sua gestão isso não mais acontecerá.

"Os venezuelanos morrem de fome devido à tirania de um governo que anda de mãos dadas com a ditadura cubana. Via BNDES e outras fontes de seu dinheiro o Brasil é um dos maiores patrocinadores do socialismo que massacra milhões no mundo. Isso vai mudar! Conosco, o foco é o Brasil!", afirmou.  

Em declaração recente o presidente do BNDES, Dyogo Oliveira, avaliou que que foi um erro o banco ter concedido empréstimos a Cuba e à Venezuela no passado, por estar claro que esses países não tinham condições de honrar seus compromissos. O saldo devedor desses empréstimos somam cerca de US$ 1 bilhão. 

Bolsonaro também postou uma mensagem informando que seu filho, Eduardo Bolsonaro, estaria ao vivo na Avenida Paulista, onde acontece na tarde deste domingo (30), uma manifestação a favor de sua candidatura à Presidência da República.

Neste sábado (29), o candidato do PSL recebeu alta do alta Hospital Israelita Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo (SP), após 23 dias internado, desde que sofreu uma facada no abdômen durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). Ele precisou passar por duas cirurgias. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar