Eleições

Zé Neto reconhece "recorte do momento"

[Zé Neto reconhece "recorte do momento"]
15 de Agosto de 2012 às 07:48 Por: Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)
Retrato de momento, tendência e mentira. Cada campo político tem um ponto de vista diferente quando avalia o resultado da primeira pesquisa Ibope para prefeitura de Feira de Santana, encomendada pela TV Subaé, retransmissora da TV Bahia na região.

Os aliados do ex-prefeito José Ronaldo (DEM) comemoraram o desempenho daquele que, desde o primeiro momento, aparece como favorito. O deputado Carlos Geilson (PTN), aliado declarado de Ronaldo, foi um dos mais entusiasmados e otimistas a pisar na Assembleia Legislativa da Bahia nesta terça-feira (14), um dia após a divulgação do levantamento que ouviu 504 pessoas entre os dias 10 e 12 de agosto.

Para o candidato do PT no município, José Neto, toda pesquisa é um retrato de momento. O petista, que é líder do governo no parlamento baiano, vai dedicar seu tempo de rádio e TV para mostrar que Ronaldo e Tarcízio compartilham uma história. “Mais de 80% do governo de Tarcízio era constituído por pessoas ligadas a Ronaldo e agora se apresentam como diferentes”.



A primeira dama de Feira de Santana e deputada estadual, Graça Pimenta (PR), fez coro com o adversário do prefeito Tarcízio Pimenta (PDT). “Se dependesse do Ibope eu nem estaria aqui hoje”, lembra a parlamentar. De acordo com Graça, o nome dela apareceu na pesquisa quando faltavam apenas 15 dias para eleição de 2010.

“Eu não acredito na pesquisa. Acho que o Ibope está perdendo a credibilidade. Eu não tenho conhecimento de outras pesquisas, mas acho esta um absurdo. Não é isso que a gente observa nos comícios e caminhadas que fazemos”.

Desafio

Um deputado estadual, que não está diretamente envolvido na disputa, analisa o desafio de Zé Neto. Segundo ele, o petista vai ter dificuldades, mas deve descobrir as razões pelas quais os votos daqueles que reprovam a gestão de Tarcízio estão indo para Ronaldo e não para ele.

O petista sempre foi oposição ao atual prefeito, que foi eleito com a ajuda de Ronaldo, contudo, depois de o DEM negar legenda a Tarcízio, este caiu no colo do governo e agora apresenta uma candidatura que também é do campo de sustentação de Jaques Wagner.

Os três principais candidatos em Feira de Santana estão ligados de algum modo e dificilmente um conseguirá se desvincular. Em realidade, este resultado inicial não está tão longe dos números obtidos em pesquisa extraoficiais , mas demonstra um cenário difícil de ser modificado.

Fotos: Gilberto Júnior e Edson Ruiz // Bocão News
Nota originalmente publicada às 18h44 do dia 14


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar