Interior da Bahia

Secretário de infraestrutura garante que cidades atingidas pelo rompimento da barragem estão sendo acompanhadas

[ Secretário de infraestrutura garante que cidades atingidas pelo rompimento da barragem estão sendo acompanhadas ]
Por: BNews Por: Brenda Ferreira e Eliezer Santos* 0comentários

Durante a inauguração da Policlínica de Paulo Afonso, na tarde desta sexta-feira (12), o secretário de infraestrutura do estado (Seinfra), Marcus Cavalcanti detalhou o trabalho que está sendo realizado nas cidades atingidas pelo rompimento na Barragem do Quati, na cidade de Pedro Alexandre, no interior da Bahia. O acidente aconteceu na quinta-feira (11) e a cidade mais atingida foi Coronel João Sá, a 45 km do município.

Segundo Cavalcanti, a secretaria está programada para acompanhar o governador Rui Costa, na manhã deste sábado (13), para visitar o local atingido. “Já tem equipes de engenheiros para identificar estrada e a estabilidade da ponte que dá acesso lá ao município Coronel João Sá e já estão chegando máquinas novas. Já conversamos com o prefeito ontem à noite para ajudar na limpeza da rua, tirar o entulho, a lama e partir para fazer uma avaliação também das diversas estradas vicinais”.

O secretário da Seinfra explicou ainda que “não é uma grande barragem”. “É uma barragem de terra é uma barragem feita por uma associação, mas o efeito de um evento desses acontece simplesmente por um motivo. A notícia que está tendo da inspeção é que, além das fortes chuvas na região, inclusive hoje, aqui, fizeram com que alguns outros pequenos barramentos de outros proprietários acumulassem água. A água passou por cima da barragem e, como ela é de terra, rompeu. Felizmente não tivemos nenhuma vítima, apenas danos materiais. A Defesa Civil local agiu muito rápido e fizeram a adequação necessária”.

Policlínica

Marcus Cavalcanti afirmou que a unidade faz atendimentos especializados para a população de Paulo Afonso e do interior. “As pessoas que moram nesta região e nas outras regiões que não tem Policlínica, tem que se deslocar para grandes centros, para fazer exames: tomografia, ressonância, cardiologista [e outros] especialistas, e hoje, com essa união entre o estado e os municípios, nessa nova forma de gestão, que é o consórcio intermunicipal, a população tem acesso direto, além de não precisar vir para a fila”.

*O repórter viajou para  Paulo Afonso a convite do Governo do Estado.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas