Lavagem do Bonfim

"Acho difícil que não seja Geraldo Jr o candidato de vice de Bruno Reis", opina Duda Sanches

[
Por: Henrique Brinco/BNews Por: Henrique Brinco e Marcos Maia 0comentários

O vereador Duda Sanches (DEM) disse na manhã desta quinta-feira (16) que dificilmente o presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Geraldo Júnior (Solidariedade) não será escolhido como o vice-prefeito da chapa encabeçada pelo vice-prefeito, e secretário de Infraestrutura, Bruno Reis (DEM).

O prefeito ACM Neto disse nesta quarta-feira (15) que o anúncio do vice-prefeito da chapa será realizado em agosto deste ano. "Temos uma série de candidatos a vice. Acho difícil que não seja Geraldo Júnior o candidato de vice de Bruno Reis", disse ao BNews

Ele avalia que o presidente da Casa conquistou a possibilidade a partir da independência que imprimiu ao Legislativo e à parceria com o Executivo ao longo do seu mandato.  Júnior abriu mão da sua pré-candidatura no início deste mês.  Sua desistência acabou garantindo a adesão do Solidariedade, MDB, PSC e PTB ao grupo de apoio à Reis.

Adesões

Sobre a intenção manifestada de alguns vereadores da atual legislatura sobre aderir ao DEM – à exemplo do edil Téo Senna, atualmente no PHS –, Sanches avaliou que é natural venha a agregar mais pessoas em um futuro próximo. 

"A construção partidária vai ser muito complexa nessa eleição. A tendência é a diminuição de partidos”, disse.  Ele estima que a legenda deva eleger de nove a 11 candidatos no próximo sufrágio. Sanches também garantiu que Reis foi uma escolha de grupo, e não só do prefeito. 

“Ele como candidato a prefeito foi praticamente unanimidade”, concluiu.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas