Manifestação

“Se fere minha existência, vou ser resistência”, diz organizadora de ato contra Bolsonaro

[“Se fere minha existência, vou ser resistência”, diz organizadora de ato contra Bolsonaro ]
29 de Setembro de 2018 às 14:42 Por: Vagner Souza Por: Yasmim Barreto

Durante a manifestação protagonizada por mulheres, no Campo Grande, em Salvador, na tarde deste sábado (29), uma das organizadoras do evento, Laura Daltro afirmou que o presidenciável Jair Bolsonaro faz declarações "sangrentas". 

"Aceitar um candidato que revive um passado sangrento é afirmar um futuro sangrento. Estamos aqui hoje para falar que não aceitamos isso". 

Para a estudante Juli Oliveira, 23 anos, estar no ato contra o candidato a Presidência da República é mostrar o descontentamento com o que Bolsonaro prega. "Se fere minha existência, eu vou ser resistência".

Na ocasião, a cantora Daniela Mercury puxa o protesto em cima do trio que irá até o Farol da Barra. "Pela paz, pelos direitos humanos", disse a artista. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar