Na Sombra do Poder

Na Sombra do Poder: Vem encrenca por aí

[Na Sombra do Poder: Vem encrenca por aí]
01 de Agosto de 2019 às 11:39 Por: BNews e Reprodução/ Redes sociais Por: Editoria de Política 0comentários

Vem encrenca por aí

O ex-deputado Luiz Caetano (PT) corre o risco de sofrer um novo revés na Justiça. O perigo vem da ação civil pública por improbidade administrativa da qual Caetano é réu, pois teria pago despesas de água e luz do Centro Comercial de Camaçari quando foi prefeito da cidade. Depois de ouvir todas as partes, o processo já está pronto para sentença desde junho, quando foram anexadas as alegações finais. Em outras palavras, a decisão do juiz César Augusto Borges de Andrade pode sair a qualquer momento. Segundo o Ministério Público Estadual (MP-BA), o ex-deputado provocou um rombo de R$ 3,7 milhões aos cofres públicos ao pagar as despesas com recursos da prefeitura, quando a responsabilidade pelas contas seria dos permissionários. Para o MP, a irregularidade gerou “enriquecimento ilícito dos aludidos permissionários, uma vez que exercem estas atividades de natureza comercial, não cabendo ao poder público utilizar-se do dinheiro dos contribuintes para arcar com tais despesas”.

 

Nu com a mão no bolso e na Rússia

O apoio do prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (sem partido), ao governador Rui Costa (PT) não tem limites; nem mesmo o regime ditador de Vladmir Putin, na Rússia. "Tô com ele até no Partido Comunista da Rússia", disse o prefeito, em entrevista à imprensa durante a inauguração do Teatro Candinha Dórea. Na ocasião, ele também lembrou como encontrou o local, certa vez: "Só tinha adolescente pelado correndo".

Ivete em Itabuna foi um estouro, literalmente

Rainha do axé, Ivete Sangalo deu o ar da graça na inauguração do Teatro Candinha Dórea, em Itabuna, na última sexta (26). A surpresa não ficou pela qualidade da apresentação, mas por um estouro (no mau sentido mesmo) ocorrido enquanto ela cantava, o que deixou os convidados e a imprensa presentes assustados. Apesar do mal-estar, Veveta soube contornar a situação e seguiu com o show, até que o problema técnico foi solucionado. "Tem um 'ratinho' querendo me boicotar. [...] Acontece", explicou a cantora. Pelo cachê pago, o governo deveria prestar mais atenção às condições elementares.

Cada um por si

O governador Rui Costa adotou um tom tempestuoso ao falar da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF), que pode retirar do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) a responsabilidade de pagar seus aposentados inativos e pensionistas. "Quem é que deve pagar os aposentados da Justiça? É o Executivo que vai pagar? Isso é para quê? Para liberar a Justiça para contratar mais gente? Eu estou precisando contratar mais gente para colocar nos hospitais e colocar nas policlínicas”, alfinetou.

O STF por todos
O presidente da seccional baiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-BA), Fabrício Castro, faz coro para que a ministra Carmén Lúcia, relatora do recurso, toque o caso adiante. A OAB contesta a constitucionalidade de um artigo da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2019. Antes do início do recesso do Judiciário, o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Nelson Leal (PP), e o governador do Estado receberam um prazo de 30 dias para se manifestar quanto ao mérito da Adin.

Mantendo a boquinha 

Para manter a boquinha na prefeitura de Salvador, o ex-prefeito de Amargosa, Rosalvo Sales – o Rosalvinho, dá até hora como puxa saco oficial nas redes sociais do chefe, Luiz Galvão. Eis o registro da babação:

 

Romaria por 2020

Quem apostou suas fichas no secretário de Obras Bruno Reis (DEM) como eventual sucessor do grupo do prefeito ACM Neto (DEM) que corra para recuperá-las. João Roma, o deputado universal, resolveu colocar a cara na rua e viabilizar um caminho alternativo. Esta semana, ele aglomerou simpatizantes em um teatro de Salvador para o “Papo com Roma” – o que para muitos soou como uma versão presencial do “Papo Correria”, que o governador Rui Costa toca semanalmente nas redes sociais. Anotem aí, já já veremos Bruno Reis de prosa com o povo em transmissão ao vivo nas redes também.  

Romaria 2022
Mas vamos à performance. Uma pessoa da plateia perguntou:
- Minha mãe mora no interior e precisa vir para Salvador para fazer o tratamento. Como resolver esse problema da regulação? 
Eis que Roma respondeu, acertando 2020 e 2022 ao mesmo tempo: 
- Vem para Salvador porque aqui tem um prefeito que gosta de saúde. A solução está na sua pergunta...tem que trocar o governador para um governador que resolva o problema da saúde no interior!

O diretor multiuso
“O cacau caindo em Salvador e Sosthenes mandando entrevista de Roma”, disse um dito-cujo em uma roda de amigos. A indagação presenciada por esta coluna é, no mínimo, pertinente. O diretor da Codesal mais parece assessor de imprensa do deputado João Roma. Dias e dias de chuva, e ele preocupado em divulgar as ações do parlamentar. Cuidado com o puxão de orelha do soberano. Fica a dica!

E sua avaliação sobre as chuvas

Ainda sobre a Codesal e o diretor multiuso. Recentemente, o boletim da chuva dizia “Alerta de chuvas fracas a moderadas para as próximas 24 horas. Há risco de alagamentos. Emergência, disque 199”. Chuva fraca e risco de alagamento? Como é isso, produção? Realmente, até com garoa Salvador alaga. 

Múltiplas carapuças
Caiu como uma bomba a revelação que esta coluna fez semanas atrás sobre a saga de herdeiros de um latifúndio evangélico de Salvador com a corda no pescoço para pagar dívidas. O detalhe é que muita gente vestiu a carapuça e acabou se entregando, sobretudo na prática de passar a salva entre vereadores e eventuais candidatos como barganha eleitoral. O que se diz nos bastidores é que tais coisas chegaram aos ouvidos do Ministério Público. Uma hora a farra acaba.

Por um fio

O Palácio Thomé de Souza trabalha pesadamente junto aos vereadores para garantir a aprovação da isenção do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) para as empresas de transporte público em Salvador. A oposição já anunciou que vai votar contra e alguns governistas também ameaçam não dar a chancela para a isenção. O texto precisa ser aprovado até o final do mês.

De saída?
Conforme o BNews noticiou com exclusividade esta semana, o vereador Cézar Leite, integrante do Movimento Brasil Livre (MBL), pode deixar o PSDB para filiar-se ao NOVO. A faca está no pescoço dos tucanos, que devem decidir se cogitam Cézar para 2020. "É um grande nome [risos do interlocutor]. Tudo vai depender do PSDB", disse uma fonte próxima ao vereador em tom de ironia.

Demissões
A situação está tensa no Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas). Houve um corte pesado de pessoal por lá recentemente. Demitiram, por exemplo, todos os jornalistas do interior da Bahia e alguns de Salvador. A entidade, que integra o Sistema S, objetiva a capacitação e a promoção do desenvolvimento econômico e competitividade de micro e pequenas empresas, estimulando o empreendedorismo no país. Os profissionais desligados culpam o Governo Bolsonaro, que se elegeu justamente com uma plataforma liberal e pró-empreendedorismo.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas