Política

Neto diz que é impossível tarifa zero em Salvador

[Neto diz que é impossível tarifa zero em Salvador]
08 de Janeiro de 2015 às 08:20 Por: Gilberto Junior Por: Juliana Nobre (Twitter: @julianafrnobre)0comentários

 

Diante dos protestos em busca de revogação da tarifa de ônibus na capital baiana, além de transporte gratuito aos estudantes, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse na trade desta quarta-feira que não há possibilidades de gratuidade do serviço. O demista ainda avaliou que a realidade de outras cidades, como São Paulo, que já aprovou o passe livre, é bem diferente da soteropolitana.

Segundo Neto, a população, em sua maioria, aprova o aumento da tarifa devido aos benefícios já visíveis no transporte público. “As pessoas perceberam as mudanças e tenho acompanhado que a maioria aprova o aumento se perceber os benefícios”, disse o gestor.

O prefeito ainda apontou que Salvador teve o segundo menor aumento entre as capitais brasileiras. Garantiu que ainda esta semana serão 500 novos ônibus nas ruas e até o fim de janeiro serão 700 ao todo.

Sobre as manifestações pelo passe livre, o prefeito disse que o movimento vem perdendo força. “São menos de 30 pessoas reivindicando porque a maioria concorda. Ao invés de protestarem nas ruas, peço que procurem a prefeitura”, clamou o prefeito.

O gestor soteropolitano ainda afirmou que o aumento da tarifa já é prevista no contrato com os consórcios. "Não depende mais do prefeito. É contratual", argumenta.

Matéria relacionada:

Movimento Passe Livre fecha as ruas do Centro contra o aumento da tarifa

 

Publicada no dia 7 de janeiro de 2015, às 17h20

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas