Política

PRB força a barra com Neto, mas desempenho na última eleição foi pífio

[PRB força a barra com Neto, mas desempenho na última eleição foi pífio]
21 de Julho de 2016 às 07:20 Por: Gilberto Junior//Bocão News Por: Cíntia Kelly e Rodrigo Daniel Silva

A pressão feita pelo PRB para compor a chapa de ACM Neto (DEM) como vice tem tirado o sono do demista, que tem de escolher o nome até o dia 5 de agosto.

Antes flutuando em céu de brigadeiro, Neto encontrou um paredão à sua frente e viu uma possível candidatura da deputada federal Tia Eron ser articulada sob seus olhos. Isso, claro, se ele não ceder e indicar João Roma para sua vice.

Essa não é a primeira vez que o partido disputa a prefeitura de Salvador. Em 2012, o deputado federal Bispo Márcio Marinho concorreu contra ACM Neto, Nelson Pelegrino (PT), Mario Kertesz (PMDB), Hamilton Assis (Psol) e Rogério Tadeu Da Luz (PRTB). Ficou em quarto lugar com 84.094 votos, enquanto Neto passou para o segundo turno com 518.976 sufrágios.

Apesar do mau desempenho em 2012, o presidente estadual do PRB, deputado estadual Sidelvan Nóbrega, argumenta que o cenário não é estático. “Em uma democracia, todos os partidos podem ter o seu candidato. E cada eleição é uma, então, não é possível usar a última como parâmetro”.

Na época, o PRB se coligou ao PSL. Agora, existem conversas com vários partidos, a exemplo do PR, que é da base do governador Rui Costa e vai ganhar, nos próximos dias, a Secretária de Turismo.
 

Publicada no dia 20 de julho de 2016, às 11h50

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar