Política

Comissão aprova relatório da Previdência do deputado Arthur Maia

[ Comissão aprova relatório da Previdência do deputado Arthur Maia ]
Por: Arquivo Bocão News Por: Tamirys Machado 0comentários
A Comissão Especial da Reforma da Previdência aprovou nesta quarta-feira (3), na Câmara dos Deputados, o parecer do relator Arthur Maia (PPS-BA), que muda as regras da Previdência Social, alvo de manifestos nas ruas nos últimos meses. Foram 23 votos a favor e 14 contra.  A votação foi feita via painel, pelo sistema eletrônico.
 
Veja como votou cada partido:
 
Votaram sim: PMD, PSDB, PR , PSD, PRB, PMDB, PTN, PSC, PPS, PV, DEM, PEN
Votaram não: PT, PSB, PDT, SD, PCdoB, PHS, Psol. PROS, REDE, PMB, 
 
O parecer do deputado baiano com as principais alterações à proposta original do governo foi apresentado aos membros da comissão no último dia 19. Depois de acordo firmado entre os líderes dos partidos da oposição e da base aliada ao governo, ficou acertado que a comissão só votaria o relatório de Arthur Maia depois de três reuniões de debate. 
 
 
Com o parecer final do relator sobre a PEC 287/16 aprovado na comissão, a proposta segue para o plenário da Casa e deve ser colocada em pauta na próxima semana. 
 
Deputados baianos: 
Na hora de encaminhar a orientação do partido, o deputado baiano Bebeto Galvão (PSB-BA) tomou a palavra e encaminhou o voto “não” justificando que ficaria “ao lado da nossa história, ao lado do povo brasileiro, votamos não. O PSB já fechou questão que votaria não à reforma trabalhista e da previdência. Já a deputada federal da Bahia Alice Portugal (PCdoB – BA) também encaminhou o voto do partido. A parlamentar votou “Não” pelo partido e criticou o texto do relatório. “O relatório é ruim, é inepto, estamos defendendo os interesses do pacto solidário, do pacto nacional de defender a previdência pública. Não a previdência privada”, disse em discurso. 
 
 
 
Veja as principais alterações propostas no relatório do deputado Arthur Maia (PPS-BA):
 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas