Política

Urgente: Geddel é preso pela Polícia Federal

[Urgente: Geddel é preso pela Polícia Federal]
Por: Redação BNews 0comentários

O ex-ministro Geddel Vieira Liima deixou o apartamento onde mora, em Salvador, no bairro da Graça, acompanhado da Polícia Federal. Agentes da PF chegaram nas primeiras horas de hoje na casa do pemedebista, por volta das 5h40. Duas testemunhas ja estão sendo ouvidas. Entre elas, o porteiro do prédio. Geddel foi preso após decisão da 10ª Vara Federal de Brasília, que expediu a prisão preventiva do político.

A prisão foi pedida pela Polícia Federal, por meio do delegado Marlon Cajado, responsável pela operação Cui Bono?.  Após a Operação Tesouro Perdido, a pedido da Polícia Federal, foram cumpridos, na manhã desta sexta-feira (08), 5 mandados judiciais expedidos pela 10 ª Vara Federal de Brasília, sendo 3 mandados de busca e apreensão e 2 mandados de prisão preventiva.
 
R$ 51 milhões
A Polícia Federal encontrou as impressões digitais do ex-ministro Geddel Vieira Lima, no apartamento onde nesta terça-feira (5) foram encontrados R$ 51 milhões em espécie – distribuídos em malas e caixas. A quantia é a maior apreensão em dinheiro vivo já feita pela PF.

As impressões digitais reforçam as suspeitas de ligação do ex-ministro com o dinheiro, comprovando que ele esteve no imóvel onde a quantia milionária estava guardada. 

Geddel cumpre prisão domiciliar há quase dois meses no apartamento dele, em Salvador, sem monitoramento eletrônico. A Secretaria de Administração Penitenciária da Bahia (Seap) não dispõe de tornozeleiras.

Notícias relacionadas

Urgente: Geddel é preso pela Polícia Federal

PF suspeita que Geddel tenha escondido documentos e provas na casa da mãe

Caso Geddel: Vejo a possibilidade de deixar o PMDB, afirma Hildecio Meireles

Caso Geddel: que isso não passe como escárnio pelos 14 milhões de desempregados, diz Alice

Cui Bono: coordenador da Defesa Civil de Salvador é preso pela PF

 

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas