Política

Caetano entra na lista do PT para comandar uma das três secretarias da cota do partido

[Caetano entra na lista do PT para comandar uma das três secretarias da cota do partido ]
13 de Fevereiro de 2019 às 11:22 Por: Arquivo/BNews Por: Fernanda Chagas0comentários

O deputado federal eleito, Luiz Caetano, cuja diplomação foi cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entra na lista para comandar uma das três secretarias que resta na cota da sigla na gestão do governador Rui Costa. 

Entre as pastas pendentes estão: a de Desenvolvimento Rural (SDR), Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), de Relações Institucionais (Serin) e a Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação (Secti), essa, porém terá indicação pessoal do gestor petista. 

Com isso, Caetano se junta aos nomes do deputado federal Josias Gomes e os atuais secretários de Relações Institucionais, Justiça e Desenvolvimento Rural, Cibele Carvalho, César Lisboa e Jeandro Ribeiro, que assumiu interinamente a SDR, respectivamente. O deputado federal Nelson Pelegrino é uma possibilidade, mas bastante remota. 

Conforme o presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, a indicação de Caetano se deu por sugestão da bancada federal para que ele assumisse um cargo de destaque. “Que pode ser de secretário pelo tamanho da experiência política dele”, frisou, ressaltando que o jurídico do partido, inclusive, já foi consultado e que não há impedimento. 

Anunciação cita ainda, que os espaços estão demarcados e resta apenas a definição em torno dos titulares de cada posto. “Deveremos nos reunir novamente nos próximos dias com o governador. Todos os atuais secretários são petistas e vamos debater do ponto de vista partidário, se existe necessidade de substituição, bem como a indicação de um deputado federal como forma de manter um suplente na Câmara [Paulo Magalhães] e a reivindicação bancada. Nesse caso, todos estão no páreo”, afirmou. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas