Política

Em evento no Campo Grande, Olívia Santana fala sobre "dar voz às mulheres" e critica PL de Coronel para acabar com cotas

[Em evento no Campo Grande, Olívia Santana fala sobre "dar voz às mulheres" e critica PL de Coronel para acabar com cotas]
08 de Março de 2019 às 15:21 Por: Vagner Souza Por: Yasmim Barreto

Durante manifestação do Dia da Mulher no Campo Grande, chamado de Greve Internacional das Mulheres, a deputada estadual Olívia Santana falou ao BNews sobre essa luta tão importante. A parlamentar relatou que "hoje não é um dia de comemoração, é um dia de resistência, de luta, onde mulheres do mundo todo se conectam em uma única agenda, a agenda da igualdade, a agenda contra o machismo, o racismo".

Olívia também falou sobre sua posse, que pretende dar voz às mulheres: "eu acabei de tomar posse como deputada estadual, mas venho dessa luta, sou feminista, antirracista, e foi aqui que aprendi a fazer política. O cargo de deputada é um instrumento para dar voz cada vez mais forte às mulheres. Precisamos de políticas públicas, mecanismos que reduzam a violência contra a mulher. É um absurdo que em pleno século 21 a gente tenha extermínio de mulheres porque o marido nao gostou do fim do relacionamento. É por isso que estamos aqui, pra dizer que podemos estar nos eapaços de poder".

A deputada também falou sobre o projeto apresentado pelo senador Angelo Coronel (PSD) com objetivo de acabar com cota feminina em eleições: 'uma decepção um senador baiano que apresenta projeto de lei para acabar com as cotas para mulheres, é um absurdo, um golpe muito duro, é um retrocesso. A apresentação desse projeto é uma provocação ao movimento, é uma falta de conexão com essas lutas tão importantes. Precisamos cada vez mais que homens compreendam que podem ser parceiros da mudança, a nos ajudar a construir um movimento de igualdade".

Questionada sobre a percepção de alguns homens de que o feminismo prega uma competição entre gêneros, Olívia explicou: "uma larga parcela dos homens acha que o papel feminista é uma competição contra homens. Nossa luta é para resgatar nossa hhumanidade, pra ter homens melhores. Porque homens têm que pisar em mulheres? Matar mulheres? Feministas são mulheres que dizem não, que têm coragem, que vão para rua pra dizer que nosso corpo nos pertence, para mudar o sistema, a sociedade, em nome de uma nova civilização".

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar