Política

Justiça julga improcedente pedido de cassação do prefeito de Candeias

[Justiça julga improcedente pedido de cassação do prefeito de Candeias]
15 de Março de 2019 às 16:08 Por: Adenilson Nunes / Arquivo BNews Por: Redação BNews0comentários

A Justiça Eleitoral julgou improcedente a ação que pedia a cassação da chapa eleita em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, em 2016. A reclamação partiu do grupo da ex-prefeita Tonha Magalhães (DEM), que encabeçava a chapa “É hora de defender Candeias”, contra o prefeito Pitágoras Ibiapina (PP), a vice-prefeita Márcia Gomes (PSDB) e o irmão do prefeito, Carlos Antônio Ibiapina Júnior, que foi candidato a vereador naquele ano. 

A denúncia apresentada contra eles citava abuso de poder econômico e compra de votos. Na decisão, o juiz Tadeu Ribeiro de Vianna Bandeira considerou que “não há lastro probatório robusto que evidencie, de forma inequívoca, a ocorrência do abuso do poder econômico, abuso dos meios de comunicação e captação de sufrágio imputados aos investigados”.

“Do exposto, julgo improcedente a presente ação, extinguindo o processo com resolução do mérito”, concluiu o magistrado.

Pelas redes sociais, o prefeito Pitágoras Ibiapina disse que recebeu a decisão com tranquilidade. “Quero dizer que tenho paz e tranquilidade para transformar a cidade de Candeias”.


 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas