Política

Juventude do DEM rebate MBL Bahia: "Morde e assopra infantil"

[Juventude do DEM rebate MBL Bahia:
07 de Abril de 2019 às 09:42 Por: Divulgação Por: Henrique Brinco 0comentários

O vice-presidente da Juventude Democratas da Bahia, Luiz Eduardo Romano, rebateu a fala do líder do Movimento Brasil Livre Bahia, Siqueira Costa Jr., que ameaçou fazer oposição ao futuro candidato de ACM Neto (DEM) à Prefeitura de Salvador. O MBL Bahia acusa a gestão municipal de "perseguir" o vereador Cezar Leite (PSDB). O democrata contesta o relato e questiona acerca de qual lado está o MBL no cenário político local.

“O Movimento Brasil Livre na Bahia precisa decidir em qual campo político deseja realizar a sua caminhada aqui no Estado e em Salvador, pois, ao que parece, o referido grupo vem atuando a partir de um morde e assopra infantil e rasteiro em face do prefeito ACM Neto, acusando-o infundadamente de perseguidor, apenas com o escopo de querer se aparecer”, declarou Romano ao BNews.

O líder democrata ainda ressaltou que Cezar Leite pertence a um partido alinhado ao grupo do prefeito da capital baiana. “O PSDB compõe a administração municipal através do secretário Bruno Barral, bem como por meio de Marcus Passos, Presidente da Limpurb. Dessa forma, depreende-se que os tucanos trabalham diretamente na mais bem sucedida e avaliada gestão da história de Salvador, cuja liderança se encontra na figura de Neto”. 

No que tange a eleição de 2020, o jovem asseverou que é bem provável que a base governista municipal tenha apenas um só candidato, cujo nome mais provável é o do vice-prefeito Bruno Reis (DEM). “Bruno tem todos os atributos e credenciais para ser alçado à disputa pelo Palácio Thomé de Souza, sendo o representante do legado que transformou a realidade de quem mora ou passa pela primeira capital do Brasil”.

Outro lado
Procurado pela reportagem, Siqueira respondeu Romano. “Bruno Barral não nos representa perante o PSDB, nem muito menos o Marcus Passos. São pessoas que estão lá ocupando espaços pelo partido e não tem mandato de nada, apenas de secretários. Apesar de serem do PSDB, ambos não disputaram eleições e não são edis. Quanto ao morde e assopra que nos acusam, nós temos lado, ideologia e coerência quando criticamos o prefeito pela sua falta de ideologia política. Podemos atestar quando o mesmo se declara sem ser conservador e sem ser de direita e doando R$ 1 milhão a UNE [União Nacional dos Estudantes], uma entidade que se autodeclara esquerdista. Sendo assim, o prefeito assume ser de uma esquerda populista”, alfineta.

“E no que tange o pleito de 2020, sugerimos que o nosso amigo procure ler mais a mídia local e ver que João Gualberto já se dispõe  a concorrer à Prefeitura de Salvador e terá  total apoio do MBL  por ser o nome até momento mais coerente. Deixando claro que os questionamentos da Juventude do DEM que nada mais são além de menudos do prefeito, pois na hora de ir pra militância combater a corrupção e o gasto público se escondem. Não passam de meninos de 40 anos compradores de tempero de Neto”, continua Siqueira.

“Quanto à liderança política de Neto, os números são frios e precisos: 25% apenas que o candidato a governador do DEM [José Ronaldo teve]. E no quesito presidente, Neto como cabeça da organização de [Geraldo] Alckmin na Bahia conseguiu, perder para Cabo Daciolo. Se esse é o líder político que meu prezado amigo está falando, aconselho a buscar alguém que transfira mais votos aos indicados”, completa.

Leia também:
"Se continuar assim, vamos fazer oposição ao candidato de Neto", ameaça líder do MBL Bahia
MBL diz que rebaixamento de inspetor da GM foi retaliação de ACM Neto a Cézar Leite

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas