Política

Marcelle diz que "Ebó Coletivo" foi convocado pelo PT: "É uma palhaçada"

[Marcelle diz que
15 de Abril de 2019 às 16:16 Por: BNews/Vagner Souza Por: Henrique Brinco e Victor Pinto0comentários

A vereadora Marcelle Moraes (sem partido) reagiu ao Ebó Coletivo a ser realizado por entidade do movimento negro contra a política. A edil foi acusada de intolerância religiosa ao pedir um minuto de silencia pela morte de um hipopótamo fêmea no mesmo momento do minuto de silêncio feito a Makota Valdina. 

Marcelle criticou durante o movimento e acusou a bancada do PT de convocar o protesto. “Eu vi através das redes sociais, eu não encaro isso como um protesto, mas uma palhaçada. É uma política eleitoreira e, como diz o presidente Geraldo Júnior, forças externas querem se aparecer em cima de uma causa séria que é a causa animal. Isso é patético o que eles têm feito e não irei retroceder na minha luta pela causa animal.  Não vejo diferença entre a vida animal e a vida humana, são vidas que devem ser respeitadas. (...) A gente tem que aprender a respeitar a opinião dos outros”, disse.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas