Política

"Somos contra o decreto da morte", diz Rui sobre flexibilização do porte de armas

[
21 de Maio de 2019 às 20:01 Por: Divulgação Por: Henrique Brinco 0comentários

O governador Rui Costa (PT) se disse contra o decreto do governo Jair Bolsonaro (PSL) que flexibiliza o porte de armas no Brasil. Para o chefe do Palácio de Ondina, "quanto mais armas na rua, maior o número de mortes". "Somos contra o decreto da morte", destacou.

O petista ressaltou os esforços dos governadores nordestinos para barrar a proposta. "Aqui no Nordeste todos os governadores estão trabalhando duro para reduzir a violência. [...] E agora vem um presidente querendo liberar o decreto da morte", criticou.

O decreto que flexibiliza as regras para compra e porte de armas foi assinado por Bolsonaro no dia 7 de maio. O texto amplia a quantidade de categorias que podem ter acesso a armas (incluindo o acesso a um tipo de fuzil fabricado pela Taurus) e permite, por exemplo, que menores de idade não precisem mais de autorização judicial para praticar tiro esportivo.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas