Política

Janot e juíza que substituiu Moro também tiveram os celulares invadidos por hacker

[ Janot e juíza que substituiu Moro também tiveram os celulares invadidos por hacker]
12 de Junho de 2019 às 17:59 Por: Reprodução Por: Redação BNews 0comentários

O hacking que expôs conversas de Sergio Moro e procuradores foi bem planejado e teve alcance mais amplo, conforme a apuração da Polícia Federal e do Ministério Público Federal. A informação é d'O Globo.

Existe registro de invasões ao Telegram de integrantes das forças-tarefas de quatro estados, delegados federais de São Paulo, magistrados do Rio e de Curitiba e jornalistas.

O jornal listou 16 vítimas dos ataques cibernéticos até o momento. São eles:

– Sergio Moro, ministro da Justiça
– Deltan Dallagnol, procurador
– Gabriela Hardt, juíza
– Abel Gomes, desembargador
– Flávio de Oliveira Lucas, juiz
– Rodrigo Janot, ex-procurador-geral da República
– Paulo Galvão, procurador
– Thaméa Danelon, procuradora
– Ronaldo Pinheiro de Queiroz, procurador
– Danilo Dias, procurador
– Eduardo El Haje, procurador
– Andreu Borge de Mendonça, procurador
– Marcelo Weitzel, procurador
– Gabriel Mascarenhas, jornalista

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas