Política

Nova titular da Secti faz mistério sobre futuro político em Ilhéus 

[Nova titular da Secti faz mistério sobre futuro político em Ilhéus ]
13 de Junho de 2019 às 17:42 Por: Ascom/SECTI Por: Victor Pinto 0comentários

A ex-reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e nova secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, ao ser indagada pelo BNews na tarde desta quinta-feira (13), durante evento de apresentação da empresa baiana vencedora do Prêmio Nacional de Inovação, fez mistério quanto aos interesses políticos futuros que podem ser impulsionados por sua permanência no primeiro escalão do governo Rui Costa (PT). 

Por ter sido reitora de uma universidade conhecida e agora está próximo do centro de decisões políticas do Estado, o nome de Adélia passou a ser cogitado como um eventual quadro de Rui na cidade de Ilhéus. A secretária não descartou, mas também não confirmou esse predileção. 

“Olha, eu não posso dizer nunca e nem que dessa água não beberei, mas atualmente meu compromisso e meu foco estão na missão que me foi dada aqui da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação”, garantiu durante visita técnica no Parque Tecnológico da Bahia, no bairro do Trobogy, em Salvador, local do evento.

SOBRE A PREMIAÇÃO - A empresa baiana Topos Informática, única instituição do Nordeste na modalidade EPP (empresa de pequeno porte) a disputar o maior Prêmio de Inovação do Brasil, fez história. Em evento que aconteceu nesta segunda-feira (10), em São Paulo, a instituição, que tem sede no Parque Tecnológico da Bahia, consagrou-se vencedora nas categorias Gestão da Inovação e Organizacional, após disputar com 1.746 empresas de diversos estados. 

Realizado na cidade de São Paulo, durante o 8º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, o Prêmio Nacional de Inovação é uma iniciativa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). Ele tem como objetivo reconhecer os esforços de inovação e gestão da inovação nas organizações que atuam no Brasil, bem como estimular a inserção de novas iniciativas.

A 8º edição do prêmio recebeu a inscrição de 1.746 empresas, e apenas 24 finalistas. A premiação foi dividida em cinco categorias: gestão da inovação, inovação em produto, inovação em processo, inovação organizacional e inovação em marketing. Além disso, foram separadas ainda três modalidades: micro e pequenas empresas (MPEs), médias empresas e grandes empresas.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas