Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

MBL Bahia vai processar Alberto Pimentel após ser chamado de "quadrilha"

[MBL Bahia vai processar Alberto Pimentel após ser chamado de "quadrilha"]
29 de Junho de 2019 às 13:26 Por: Vagner Souza/ BNews Por: Henrique Brinco

O Movimento Brasil Livre (MBL) na Bahia vai processar o secretário municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel), Alberto Pimentel (PSL), após esse ter sugerido que o grupo formava uma quadrilha. "Ele será acionado judicialmente, criminalmente, e irá responder por esses atos", disse o lídero do movimento no estado, Siqueira Costa Júnior, em entrevista ao BNews neste sábado (29).

Na sexta-feira (28), a prefeitura, por meio da Semtel, embargou o uso do trio do MBL durante protesto marcado para este domingo (30), no Farol da Barra. A pasta alega que o espaço está reservado para uso da Conmebol, durante Copa América. "O MBL está muito estarrecido com as atitudes do secretário Alberto Pimente. Vamos entrar com representação na Câmara de Vereadores, falaremos com Aladilce [Souza, Ouvidora-geral] na quarta-feira, solicitando que ele preste esclarescimentos sore a arbitrariedade que vem causando em Salvador", explicou.

Siqueira também criticou os ataques sofridos pelo BNews após divulgação da matéria sobre o embargo do trio. "O site prestou e está prestando um serviço de extrema importância para a população baiana, de informação", opinou.

"Arranja uma mulher"

Siqueira e o titular da Semtel também protagonizaram uma discussão nas redes sociais na última semana. Durante o embate público, entre uma ofensa e outra, Alberto Pimentel resolveu questionar a rotina do líder do MBL estadual. "Arranja uma mulher, faz um filho, para te ocupar, cara. Você está muito desocupado, e, por isso, fica por aí, perambulando atrás de confusão", afirmou.

O líder do MBL na Bahia respondeu questionando se Pimentel queria "entrar na semana dele". "Ouxe, quer entrar em minha semana? Se tenho mulher, se tenho filho, mas, rapaz. Você não trabalha, não. Você está aí não por competência, e, sim, por conxavo político, e todos sabem", declarou, na ocasião.

Siqueira informou ao BNews que o grupo já está organizando um mandado de segurança, para conseguir utilizar o trio embargado pela prefeitura, durante as manifestações do domingo.

Entenda o caso

Na última sexta-feira (28), o BNews noticiou que a prefeitura, por meio da Semtel, havia embargado o uso do trio do MBL durante manifestação a favor do governo Bolsonaro, marcada para este domingo.

Após a publicação, comprovada por documentos e entrevistas, Alberto e Dayane Pimentel deferiram ataques contra o site por meio de publicações nas redes sociais. Desde então, vereadores, deputados e líderes políticos têm se posicionado contra a postura do PSL, e a favor da imprensa.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso