Política

Em Paulo Afonso, governo inaugura 9ª Policlínica Regional de saúde

[Em Paulo Afonso, governo inaugura 9ª Policlínica Regional de saúde]
Por: Manu Dias GOV/BA Por: Eliezer Santos* 0comentários

O governo da Bahia inaugurou, nesta sexta-feira (12), uma Policlínica Regional de Saúde em Paulo Afonso, no norte do estado, que deve atender 260 mil moradores de nove municípios adjacentes. Dentre eles está Pedro Alexandre, cidade onde houve o rompimento da Barragem do Quati que causou inundações também em Coronel João Sá, a 45 quilômetros de lá.

Depois da cerimônia de inauguração, o governador Rui Costa (PT) deve seguir de helicóptero para visitar as duas cidades atingidas pelas águas.

A nova Policlínica, que começa a operar segunda-feira (15),  foi construída pelo governo estadual, com investimento de R$ 22 milhões - incluindo aquisição de equipamentos - e será gerida em modelo de Consórcio Interfederativo de Saúde, composto pelas prefeituras de Paulo Afonso, Abaré, Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macururé, Pedro Alexandre, Rodelas e Santa Brígida.

Nesse formato, os municípios cobrem 60% dos custos de operação, sendo que o valor é dividido proporcionalmente ao número de habitantes de cada um deles, e o Estado fica responsável pelos 40% restantes.

O local ofertará consultas médicas em diversas especialidades como angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia.

A Policlínica Regional de Saúde em Paulo Afonso terá 69 profissionais atuando para dar assistência à população. São médicos, enfermeiros, psicólogo, farmacêutico, nutricionista, ouvidor, assessores técnicos, assistente social, técnicos em enfermagem, técnicos em radiologia e assistentes administrativos. Todos eles contratados em regime CLT pelo Consórcio Interfederativo de Saúde.

O Governo do Estado disponibilizou também micro-ônibus para o transporte de pacientes que residem nos outros municípios integrantes do consórcio público de saúde. Para a construção da unidade, foram mobilizados cerca de 300 trabalhadores, gerando empregos na região.

A policlínica também oferecerá diversos exames como ressonância magnética (com e sem contraste), tomografia (com e sem contraste), mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, raio-X, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, histeroscopia, cistoscopia, entre outros, ligados às especialidades de oftalmologia. 

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas Boas, os procedimentos oferecidos na unidade são inéditos para a região. O diretor médico da Policlínica disse ao BNews que espera zerar, no prazo de um ano, as demandas de exames e procedimentos que estavam reprimidos nos municípios que integram o consórcio.

Ao todo, as oito unidades inauguradas na Bahia entre final de 2017 e primeiro semestre de 2018, somam mais de 500 mil atendimentos a cidadãos das regiões de Guanambi, Jequié, Irecê, Alagoinhas, Feira de Santana, Valença, Santo Antônio de Jesus e Teixeira de Freitas. Outras 10 policlínicas estão em construção nos municípios de Salvador, Barreiras, Itabuna, Jacobina, Juazeiro, São Francisco do Conde, Simões Filho, Vitória da Conquista e Ribeira do Pombal.


*O repórter viajou para Paulo Afonso a convite do Governo do Estado

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas