Política

“Redesenhamos a forma de se movimentar dentro da cidade”, diz Rui Costa em apresentação sobre o VLT

[“Redesenhamos a forma de se movimentar dentro da cidade”, diz Rui Costa em apresentação sobre o VLT]
Por: Vagner Souza/BNews Por: Márcia Guimarães 0comentários

O governador Rui Costa (PT), durante a apresentação do projeto do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) do Subúrbio na Câmara de Vereadores nesta quarta-feira (14), destacou que o novo modal de transporte, junto com o metrô e outras intervenções, mudará completamente a forma de se movimentar na capital baiana. Ele também lembrou que o fato de criar estações em locais que estavam praticamente abandonados gerará empregos e desenvolvimento para a região.

Uma das fases terá paradas no Comércio, no Porto de Salvador, em São Joaquim e na Calçada. A ideia é que o VLT seja operacionalizado após 24 a 30 meses de construção das estações. Deverá haver integração das passagens com o metrô e os ônibus.

Rui Costa adiantou que as estações seguirão o padrão estético das composições, com um “design bonito e atrativo”. Pensando na acessibilidade e conforto para os usuários, elas terão escada rolante e elevador, assim como ocorre no metrô da capital baiana. 

Na Calçada, por exemplo, o objetivo também é criar um ponto de encontro gastronômico, com exposição de arte, comércio, iluminação cênica e outros atrativos para dar o destaque que a região merece. 

“Redesenhamos a forma de se movimentar dentro da cidade. Abriremos um novo vetor de desenvolvimento e investimento, que despertará o interesse da iniciativa privada e gerará empregos. O VLT vai permitir redescobrir o Subúrbio de Salvador. Iremos descortinar a orla do Subúrbio e muitos investimentos devem chegar lá, como pousadas e restaurantes”, planejou Rui. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas