Política

Rui nega "passe livre" para VLT: "Não existe almoço de graça"

[Rui nega
14 de Agosto de 2019 às 18:16 Por: Vagner Souza/BNews Por: Henrique Brinco 0comentários

O governador Rui Costa (PT) respondeu aos questionamentos majoritariamente de vereadores da base do prefeito ACM Neto (DEM) durante visita inédita na Câmara Municipal de Salvador, na tarde desta quarta-feira (14). De maneira geral, os edis elogiaram a presença do petista na Casa e evitaram o embate direto.

Segundo o gestor, o valor da passagem do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) do Subúrbio será o mesmo do metrô e do ônibus. "Não conheço nenhum modal no mundo que não tenha subsídio público", destacou, ao responder um questionamento do vereador Téo Senna (PHS).

O governador afirmou que pode reduzir a alíquota ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel para os ônibus. "Desde que eles me tragam ônibus elétrico e com ar-condicionado", destacou, respondendo ao vereador Henrique Carballal (PV).

Rui aproveitou e mandou um recado para os oposicionistas. "Quando aumentei a alíquota da previdência estadual de 12% para 14%, a nossa oposição na Assembleia votou contra. Mas, quando chegou em Brasília, aprovou um aumento na contribuição".

Aladilce (PCdoB) foi uma das poucas integrantes da base governista de Rui que fez perguntas. Ela indagou se é possível conceder passe livre para estudantes. O governador afirmou que seria conservador na resposta e disse que "não existe almoço de graça". "Quando alguém deixa de pagar a passagem, o custo será distribuído por todas as pessoas", justificou. "Salvador tem condições de fazer subsídios para pagar a parte dos ônibus? Não tem".

Também fizeram perguntas os vereadores Duda Sanches (DEM), Ricardo Almeida (PSC), Isnard Araújo (PHS), Joceval Rodrigues (Cidadania), Alexandre Aleluia (DEM), Kiki Bispo (PTB), Silvio Humberto (PSB) e Marcos Mendes (PSOL), entre outros.

Ponte Salvador-Itaparica

O governador Rui Costa anunciou que visitará a Câmara Municipal de Salvador mais uma vez até o final do ano para apresentar o projeto da Ponte Salvador-Itaparica. Segundo o petista, o edital de licitação será publicado em setembro. "Foi um projeto pensado inicialmente pelo governador Jaques Wagner. Estamos há anos pensando. Será um projeto em regime de PPP, com três empresas internacionais entrando em concorrência", declarou.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas