Política

Ciro Gomes defende ‘tocar fogo na rua' para proteger a democracia, se referindo ao tuíte de Carlos Bolsonaro

[Ciro Gomes defende ‘tocar fogo na rua' para proteger a democracia, se referindo ao tuíte de Carlos Bolsonaro]
13 de Setembro de 2019 às 21:33 Por: Reprodução/ Instagram Por: Redação BNews 0comentários

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT) cobrou do presidente Jair Bolsonaro (PSL) um posicionamento sobre as declarações do seu filho Carlos Bolsonaro (PSC). Esta semana, o vereador do Rio de Janeiro tem sido bombardeado por afirmar nas redes sociais que "a transformação que o Brasil quer não acontecerá na velocidade almejada pelas vias democráticas".

Em entrevista à BBC News Brasil, o pedetista chamou Carlos de percevejo e disse que Bolsonaro não é uma ameaça à democracia, mas um destruidor das tradições republicanas do país. "Estou pedindo que o Bolsonaro fale claramente sobre isso, porque esse menininho [Carlos] é um percevejo, é irrelevante", criticou o ex-governador.

"Agora, se é isso que pensa o Bolsonaro, a gente precisa dizer com clareza para ele que a imoralidade do PT nos divide, a agenda de costumes tosca nos divide, mas na defesa da democracia nós vamos tocar fogo na rua, fique seu Bolsonaro sabendo. Ele que não avance na direção disso, porque a minha geração sabe o que custou retomar a democracia e ele se elegeu por conta de democracia", acrescentou Ciro. 

Ele adiantou que já está em campanha para 2022. Em 2018, ele ficou em terceiro lugar, perdendo para Bolsonaro e Fernando Haddad (PT). Para ele, ambos concorrentes têm 'fanáticos que relativizam e defendem' o que fazem. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas