Política

"Oposição vai ter que dar satisfação aos policiais", alfineta Rosemberg sobre projeto não ser votado ainda nesta quarta

[
Por: Vagner Souza/Arquivo BNews Por: Juliana Nobre e Pedro Vilas Boas 0comentários

O deputado Rosemberg Pinto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), alfinetou, nesta quarta-feira (15), a bancada de oposição na Casa. O motivo é a discussão sobre pautar ou não o projeto que versa sobre o plano de carreira dos policiais militares.

"Estamos tentando fazer acordo no projeto da PM, porque tem um prazo que expira amanhã. Se não votarmos hoje, há um prejuízo para os policiais militares. [...] Por acordo, votaríamos hoje, a urgência cai automaticamente. A oposição vai ter que dar uma satisfação aos policiais ao não concordarem com o projeto", disse.

A AL-BA aprovou, na noite desta terça-feira (14), sem acordo, a urgência para votar o plano de carreira dos policiais militares. A bancada de governo não aceitou o pedido da oposição, que classificou a manobra como "arbitrária".

Um dos principais pontos revinvidicados por representantes de policiais em negociação com o governo foi em relação às promoções. Um dos trechos da proposta não permite possibilidade de promoção para oficial que responde denúncia no Ministério Público, ou, ainda, diferença entre promoção para policiais que se qualificaram e por mérito.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas