Política

Lídice da Mata critica machismo na política após ataques a jornalista na CPMI das Fake News

[Lídice da Mata critica machismo na política após ataques a jornalista na CPMI das Fake News]
Por: Vagner Souza/BNews Por: Redação BNews 0comentários

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a deputada federal Lídice da Mata, relatora da Comissão Parlamentar Mista de Investigação (CPMI) das Fake News, criticou, nesta sexta-feira (14), o "machismo tão entranhada, tão enraizada de forma tão forte na política".

Lídice afirmou ainda que o depoente da CPMI na última terça-feira (11), Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da agência de marketing digital Yacows, que mentiu para a comissão durante o depoimento seja punido. "Nós temos de levar adiante a punição do depoente. A lei lhe permite também uma retratação, a procura da comissão ou da Justiça para fazer uma retratação. Eu indico esse caminho", afirmou.

A parlamentar defendeu que a CPMI tenha sua duração estendida para junho, o fim previsto para a comissão é no dia 13 de abril.

Lídice minimizou o impacto das notícias falsas nas eleições municipais desse ano por conta da quantidade de habitantes das cidades. "A eleição de 2020 é municipal. E a maioria dos municípios brasileiros tem menos de 50 mil habitantes. Apesar do efeito deletério, num município pequeno as pessoas podem comprovar a prática daquilo que foi dito, porque elas se conhecem. Então o que um fala do outro o povo mais ou menos já sabe o que é verdade e o que é mentira, é mais rápida a possibilidade de o desmentido chegar ao conjunto da população" declarou a deputada.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas