Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

"Quando um não quer, dois não brigam", diz Rui sobre relação com Colbert Martins durante pandemia

["Quando um não quer, dois não brigam", diz Rui sobre relação com Colbert Martins durante pandemia ]
29 de Maio de 2020 às 08:57 Por: Reprodução Por: Nilson Marinho

Feira de Santana, no Centro-norte baiano, registrou um aumento na taxa de crescimento do novo coronavírus. São 413 casos confirmados da doença. De acordo com o governador Rui Costa (PT), em entrevista à rádio Piatã, na manhã desta sexta-feira (29), o crescimento na segunda maior cidade da Bahia chegou a 54% em cinco dias. Na quarta-feira (27), o petista deu "sinal vermelho" para o município. 

O prefeito Colbert Martins (MDB), no entanto, afirmou, durante coletiva online na noite da quinta (28), que a situação na cidade está controlada e que o "sinal vermelho" que o governador se referiu já havia sido acionado no início de março, quando, segundo ele, a gestão deu início a uma série de ações de combate ao vírus na ausência da iniciativa do governo. "Não precisa ninguém ligar sinal vermelho para a gente", disparou Colbert.

"Quando um não quer, dois não brigam. Eu estou nessa 'vibe', quero paz e amor. Não brigo com ninguém. Ontem, tentei falar com Colbert duas vezes e não consegui, apenas no final da tarde. Não podemos partidarizar, a principal ação é cuidar das vidas humanas. É evidente que é para ligar o sinal de alerta em uma cidade que tem um aumento de 54% em cinco dias. Antes de trocar palavras temos que ter atitude de forma organizada", comentou Rui.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso