Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Política

Um dia após ser afastado do governo, Wilson Witzel passa mal e é levado para hospital

[Um dia após ser afastado do governo, Wilson Witzel passa mal e é levado para hospital]
29 de Agosto de 2020 às 19:13 Por: Antonio Cruz/Agência Brasil Por: Redação BNews

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, passou mal na manhã deste sábado (29) e precisou ser levado para o Hospital Copa D'or para tratar de uma infecção. Ele fez exames, foi medicado e liberado em seguida.

"O governador afastado do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, deu entrada na manhã deste sábado (29/08) no Hospital Copa D’Or. Após ser atendido e passar por exames, foi diagnosticado com infecção, medicado e liberado em seguida, retornando para o Palácio Laranjeiras", diz a nota oficial do núcleo de imprensa do governo.

De acordo com O Globo, o Hospital Copa D'Or disse em nota que "tem por política não comentar o estado clínico de pacientes e nem se a pessoa foi atendida ou não na unidade".

Na última sexta (28) Witzel foi afastado das suas funções por 180 dias por decisão do ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), por suposto envolvimento em desvios de recursos da Saúde.

A primeira-dama Helena Witzel também foi internada de emergência no Hospital dos Bombeiros Aristarcho Pessoa, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio, na última quinta-feira, dia 28. A teve um pico de pressão pouco depois das 9h e foi levada de helicóptero ao hospital. 

Ainda de acordo com O Globo, a advogada deve prestar depoimento à Polícia Federal por suspeita de desvio de recursos públicos envolvendo o empresário Mário Peixoto, fornecedor do estado preso no dia 14 acusado de fraudes na Secretaria Estadual de Saúde durante a gestão do ex-secretário Edmar Santos, afastado do governo ontem por decisão da Justiça. Desde o dia que a operação da PD foi deflagrada, Helena não sai de casa e por vezes chorou.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso