Política

Dom Murilo Krieger festeja “intervenção divina” para o fim da greve da PM

[Dom Murilo Krieger festeja “intervenção divina” para o fim da greve da PM]
18 de Abril de 2014 às 09:42 Por: Marivaldo Filho e Tony Silva0comentários
“Só Jesus na causa”, diriam, na noite de ontem (16), os mais católicos em relação à possibilibiliade de fim do impasse entre governo do estado e policiais militares da Bahia. A intervenção divina durante a exitosa negociação foi comemorada pelo arcebispo primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, logo após o anúncio do fim da greve, na tarde desta Quinta-feira Santa, no Wet’n Wild.

Segundo o líder católico, agora a população poderá, em paz, aproveitar a semana santa e o período da Páscoa.


“A população não tem mais motivos para ficar com medo e não sair de casa. Podem ir na paróquia que for mais perto de casa. Temos muito o que agradecer a Deus porque sem Ele nós somos pequenos. Quando Ele está no meio e nos deixamos guiar por sua luz, novos caminhos se abrem e as negociações mais complicadas se resolvem”, afirmou Dom Murilo Krieger.

O religioso, em entrevista à reportagem do Bocão News,relatou a emoção de participar do momento histórico e falou sobre a intervenção da igreja católica para ajudar a solucionar o impasse e aproximar as inicialmente muito distantes propostas dos policiais militares e do governo do estado até que fosse encontrado um denominador comum.

“Gostaria que cada baiano estivesse aqui onde eu estou. Onde estão os militares, reunidos, para sentir a alegria de todos. Foi um alívio para todos. Tenho certeza que também para a parte do governo foi um alívio. Mas quem ganhou com o fim da greve foi a população, foi a Bahia. Temos que lutar para que esta paz seja permanente e que todas as diferenças sejam resolvidas em mesas de negociação”, festejou Dom Murilo Krieger.

Publicada no dia 17 de abril de 2014, ás 16h20


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas