Brasil

'Não queria prejudicar o PM', diz exibicionista que posou na viatura

['Não queria prejudicar o PM', diz exibicionista que posou na viatura	]
25 de Dezembro de 2014 às 13:01 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
“Nos sentimos livres, é uma adrenalina única”. As exibicionistas e swingers Tairine da Silva Andrade, de 24 anos, e Sarah Xavier, de 42, conversaram com o G1 em Santos, no litoral de São Paulo, sobre as fotos polêmicas que tiraram com um policial militar, seus cotidianos, a arte de mostrar o corpo e falaram o que significa para elas se mostrar em público sem se importar com o que os outros vão pensar.
 
Sarah, que tem o apelido de “Fanfarrona” - em alusão ao filme “Tropa de Elite” -, explica que frequenta casas de swing há 10 anos e pertence ao nicho das exibicionistas. “Gostamos desse sentimento de fazer algo diferente, das pessoas nos olharem com ar de curiosidade. Muitos nos procuram para fazer parte do grupo, para saber com funciona o mundo do swing e do exibicionismo”, diz.
 
Já Tairine, que usa o codinome “Novinha”, conta que há dois anos vive esse cotidiano. Ela explica que tem sonhos maiores. “Meu desejo é posar nua em uma revista. Tenho esse sonho. Sei que não é fácil, pois não sou famosa ou algo do tipo, mas é um sonho”, afirma. A companheira de aventuras também incentiva a jovem. “Ela é bonita, tem potencial para ser capa de muita revista brasileira”, ressalta.
Advogados ouvidos pelo G1 afirmam que a “Novinha” e a “Fanfarrona”, mesmo não ficando completamente nuas, podem ser enquadradas no crime de atentado violento ao pudor. Com relação ao caso envolvendo o policial, ambas se assustaram com a repercussão que as imagens geraram. “Nós não tivemos a intenção de prejudicar o policial. Ele foi totalmente inocente, pois se assustou com a situação”, lembra.
 
 
Sarah e Tairine são casadas e têm filhos. Aliás, os maridos também participam de festas de swing com as mulheres, mas não são adeptos do exibicionismo. Segundo o marido de Sarah, que preferiu não se identificar, o ciúme não é problema. “É raro você presenciar um crime passional entre um casal swinger, por motivos óbvios. Obviamente, você tem um sentimento de ciúme, que é normal. Mas tudo se resolve na cama”, explica.
 
Durante uma caminhada de 10 minutos, a dupla chamou a atenção de quem passava pela orla de Santos, sem deixar de lado a tara pelo exibicionismo. “Será que podemos tirar foto naquela viatura da Prefeitura de Santos? Acho que seria novidade para nós”, brincou Sarah.
 
Histórico
 
No dia 4 de dezembro, uma série de fotos onde cinco jovens nuas aparecem fazendo poses sensuais e até se beijando em cima de uma picape da Polícia Ambiental, acompanhadas de um policial militar fardado, começou a circular nas redes sociais  A placa e o código da viatura estão cobertos com panos, assim como outros detalhes, mas os artifícios não foram suficientes para descaracterizar o veículo oficial.
 
O caso está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Militar. De acordo com informações da PM, dois policiais participaram da ação, apesar de apenas um aparecer nas imagens. Ambos foram detidos e passaram a responder a um processo disciplinar, que está analisando a conduta da dupla com base nos valores e na ética profissional. A possibilidade de exoneração não foi descartada.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar