Brasil

Hospital das Forças Armadas passa a cuidar da assistência médica de familiares do presidente, vice e ministros

[Hospital das Forças Armadas passa a cuidar da assistência médica de familiares do presidente, vice e ministros]
Por: Reprodução/Forças Armadas Por: Luiz Felipe Fernandez 0comentários

Uma portaria interministerial publicada nesta quinta-feira (17), no Diário Oficial da União, aprovou novas regras para o atendimento médico-hospitalar a membros do Palácio do Planalto e também aos seus familiares no Hospital das Forças Armadas (HFS), em Brasília.

O texto assinado pelo ministro da Defesa, o general Fernando Azevedo Silva, permite que seus cônjuges com união estável comprovada, filhos e enteados de até 21 anos de idade (ou que apresentem invalidez), e até ex-companheiros separados "judicial ou extrajudicialmente" sejam atendidos pelo HFS. 

Estão inclusos atendimentos relacionados à prevenção de doenças, tratamento e reabilitação, na área médica, farmacêutica e odontológica.

O art.4° prevê ainda que caso o HFS não possa prestar o atendimento adequado, o paciente poderá ser recebido em qualquer outra unidade que tenha convênio com o hospital, que fica autorizado a firmar novos contratos.

Todas as despesas e indenizações serão deduzidas do orçamento da Presidência da República e será de responsabilidade do próprio HFS, enviar os recibos para comprovar os eventuais gastos à Secretaria-Geral da Presidência.

Em 2009, duas portarias interministeriais atualizaram as normas para atendimento no HFS, incluindo membros do Corpo Diplomático e também militares estrangeiros em missões no Brasil.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas