Coronavírus

Médico do Samu diz que pacientes estão morrendo dentro de ambulâncias em Salvador e alerta: "a situação é gravíssima"

[Médico do Samu diz que pacientes estão morrendo dentro de ambulâncias em Salvador e alerta: "a situação é gravíssima"]
04 de Março de 2021 às 10:01 Por: Reprodução/Twitter Por: Redação BNews

Um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) gravou um vídeo para alertar sobre a falta de vagas nos hospitais de Salvador para atender pacientes com suspeita de Covid-19. Na filmagem, Pedro Julião aparece em uma ambulância e relata que um paciente aguardava há cerca de sete horas dentro do veículo por um leito em uma das unidades de saúde da capital baiana. [veja vídeo ao final da matéria]

"Estamos desde 15h com um paciente dentro da ambulância com desconforto respiratório e fazendo uso de oxigênio [...] Salvador não tem vagas para a gente levar os pacientes. Por favor, entendam: a situação é gravíssima. Nós chegamos ao limite da ocupação dos leitos", diz o profissional. 

Julião ressalta ainda a importância de manter o isolamento social e defende as medidas impostas pelo governo do Estado e prefeitura de Salvador como o lockdown parcial e toque de recolher que estão em vigência no momento.

"Sabemos que hoje a necessidade do isolamento social é muito importante [...] Eu entendo que os comerciantes, as pessoas que precisam do trabalho informal precisam levar comida pra casa, mas a gente tem que pensar que a vida humana é muito mais importante que isso. As decisões do governo do Estado e da prefeitura, a intenção é o isolamento social. Façam a sua parte. A situação é real e precária", alerta o médico. 

"Não duvide que hoje não temos vagas para as pessoas nos hospitais e muitas delas estão falecendo dentro das ambulâncias e na porta das UPAs", finaliza. 

Pelo segundo dia consecutivo a Bahia amanheceu com o número elevado de pacientes de Covid-19 esperando por uma vaga em um leito exclusivo para o tratamento da doença. Nesta quinta-feira (4), o estado contabiliza 337 pessoas na fila de espera, 47 a menos que nesta quarta (3). A informação é da subsecretária da Saúde do Estado da Bahia, Tereza Paim.

Assista:

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar