Coronavírus

Presidente do Sinjorba afirma que recomendação do MP não impede vacinação de jornalistas 

[Presidente do Sinjorba afirma que recomendação do MP não impede vacinação de jornalistas ]
26 de Maio de 2021 às 11:37 Por: Reprodução/ Youtube Por: Redação BNews

O presidente do Sindicato de Jornalistas da Bahia (Sinjorba), Moacy Neves, criticou os prefeitos por acatarem a recomendação dos Ministérios Públicos federal e estadual para barrar a vacinação contra o coronavírus para os profissionais de imprensa. Segundo ele, a decisão não proíbe a inclusão da categoria na estratégia e que isso só aconteceria se fosse uma movimentação da Justiça. 

Moacy destaca o Decreto 10.288/2020, publicado em março passado, em meio à crise provocada pela Covid-19. Nele, o governo federal definiu como essenciais as atividades e serviços relacionados à imprensa. “Já deveríamos ser incluídos desde janeiro de 2021 quando saiu o Plano Nacional de Imunização (PNI) para fazer parte do elenco de público alvo da vacina pelo Ministério da Saúde. O repórter não pode negar sair para uma pauta em hospital ou até mesmo em aglomeração, ele está lá sempre”. 

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que reúne secretário estadual e municipal sobre o andamento da vacinação na Bahia, já liberou que jornalistas e radialistas se vacinem. 

“Justificar para não vacinar os jornalistas apenas com o plano nacional de imunização é muito simplório. O presidente, por exemplo, colocou como escolha pessoal os caminhoneiros fazendo campanha com privilégios”, disparou o sindicalista. 

De acordo com o Sinjorba, nos primeiros quatro meses de 2021, 124 jornalistas morreram vítimas da Covid-19. “Todo dia a gente inclui novos dados, são quase 400 colegas com coronavírus no estado esse ano”. 
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar