Coronavírus

Justiça confirma demissão por justa causa de funcionária de hospital que não quis se vacinar contra a Covid

[Justiça confirma demissão por justa causa de funcionária de hospital que não quis se vacinar contra a Covid]
22 de Julho de 2021 às 12:42 Por: Reprodução/RPC Por: Redação BNews

A Justiça de São Paulo confirmou, em segunda instância, a demissão por justa causa de uma funcionária que não quis se vacinar contra a Covid-19. A mulher trabalhava como auxiliar de limpeza em um hospital da cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo.

A mulher foi demitida por justa causa, entrou na Justiça, e perdeu a ação. Ela recorreu e perdeu novamente.

O Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo entendeu que o interesse particular dela não poderia prevalecer sobre o coletivo e que sem se imunizar ela colocaria em risco a saúde de colegas de trabalho e dos pacientes do hospital. O recurso foi recusado por unanimidade.

Classificação Indicativa: Livre


Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar