Denúncia

Vídeo: leitor do Bocão News denuncia coação a pacientes na UPA dos Barris

[Vídeo: leitor do Bocão News denuncia coação a pacientes na UPA dos Barris]
22 de Maio de 2015 às 15:41 Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)
Um leitor do Bocão News, que preferiu não se identificar, denunciou que membros do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-BA) estariam coagindo pacientes que procuraram a unidade em busca de atendimento nos últimos dias. Segundo as informações, os médicos também estariam sendo pressionados. Por causa desta ação, a população não estaria contando com serviços como medição de glicemia, aferição de pressão e outros atendimentos.
 
Os médicos da UPA dos Barris decretaram greve por tempo indeterminado desde a última terça-feira (19). Segundo informações do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia (Sindimed-BA), a decisão ocorreu após a Fundação José Silveira (FJS) não ter assinado o acordo coletivo firmado há mais de 40 dias, que garantia melhor condições para atender os pacientes.
 
No entanto, uma liminar concedida pelo Tribunal Regional do Trabalho, 5ª Região, em ação movida pela FJS determina a continuidade total dos serviços médicos de emergência na UPA/Barris. A exigência deverá ser cumprida durante a greve na unidade. 
 
Em abril, a Fundação José Silveira fechou acordo com o Sindimed para repasse de reajuste de 6,41%, além de atender as solicitações apresentadas para melhoria nas condições de trabalho na unidade. Em menos de um mês após o acordo, o Sindicato está pleiteando reajuste de 40%, percentual que extrapola qualquer índice inflacionário no período. 
 
 
 
 
 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar