Economia e Mercado

Gasolina pode chegar a R$ 3 neste sábado

[Gasolina pode chegar a R$ 3 neste sábado]
16 de Abril de 2011 às 20:13 Por: Redação Bocão News

Foto: Roberto Viana//Bocão News
Flagrante do fotografo Roiberto Viana: posto vende álcool (etanol) mais caro que gasolina. Foto tirada dia 15/04/2011


O preço da gasolina continua em alta. Neste sábado os donos de automóveis vão sentir no bolso o aumento de R$ 0,09 das distribuidoras que devem ser repassados integralmente para o consumidor final. Com mais este movimento, o preço do combustível deve chegar aos R$ 3 na Bahia. Um dos maiores valores pagos em todo o Brasil.

De acordo com  a reportagem de A Tarde, o aumento é impulsionado por questões de mercado, com incremento da demanda dos consumidores. Já que nas refinarias o valor não muda desde 2009.

Outro responsável pelo acréscimo do valor é o álcool anidrido – produto à base de cana-de-açúcar que compõe 25% da gasolina no Brasil.
Na Bahia, cerca de 70% dos condutores de veículos preferem a gasolina ao etanol. Por aqui, a preferência é uma questão de economia. Resultado das constantes altas do etanol que acumula reajuste na ordem de 8,4% no último mês.

Levantamento de jornalista da Agência Estado aponta que o cenário mundial atual é pior do que aquele vivido nos anos 1970, quando ocorreu o choque do petróleo. De acordo com a vice-presidente adjunta da área de pesquisa em commodities do Barclays Capital (banco britânico), Amrita Sen.

Em sua análise de Amrita ressalta que naquela época o problema era apenas um país, o Irã. “Hoje, a lista tem muito mais e provavelmente vai aumentar”, afirmou. As guerras contra “o terror” impetradas pelos países do norte no Oriente Médio contribuem, em muito, para instabilidade do petróleo.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar