Economia e Mercado

Ações da Petrobras registram queda nos últimos 12 meses

[Ações da Petrobras registram queda nos últimos 12 meses ]
25 de Abril de 2011 às 08:10 Por: Redação Bocão News e Agências
O futuro das ações da Petrobras está mais de uma vez nas mãos do governo. Os desentendimentos públicos entre o Ministério da Fazenda e a estatal sobre o reajuste dos preços dos combustíveis afetaram os papéis da companhia nas últimas semanas. Só este mês até sexta-feira (22), as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da estatal acumulam queda de 7,79%, e as ordinárias (ON, com voto), 9,63%. Os analistas estão agora divididos entre os que acreditam no aumento de preços da gasolina – e acreditam, portanto, numa alta das ações da empresa a curto prazo – e os que temem uma resistência do governo por causa do controle da inflação, o que afetaria o balanço, a cotação dos papéis e a distribuição de dividendos.
 
Nos últimos 12 meses, recuo é de: 20,18% (PNs), e 20,73 (ONs). Foi justamente em abril do ano passado que a Petrobras confirmou que iria fazer a operação de capitalização, para fazer frente aos investimentos na exploração do petróleo da camada do pré-sal. As incertezas em relação ao processo derrubaram as ações. Assim ocorreu com o alto endividamento da empresa. 
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar