Economia e Mercado

Governo pode conter alta do real

[Governo pode conter alta do real]
12 de Outubro de 2010 às 18:42 Por: Redação Bocão News
O governo pode adotar novas medidas para conter a alta do real e o fluxo de capital estrangeiro, segundo admite o ministro da Fazenda, Guido Mantega, nesta terça-feira (12, ressaltando, no entanto, que ainda é cedo para avaliar a eficácia das medidas já adotadasm como o aumento de 2% da alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para o capital estrangeiro.

Segundo Mantrega, caso as providências já adotadas pelo governo para segurar a valorização do real, como IOF e compras de reservas internacionais, se mostrem insuficientes, a Fazenda pensará "em outras medidas". O ministro não comentou, no entanto, quais seriam as possíveis medidas. "Não divulgamos medidas futuras", resumiu Mantega.

O ministro lembrou que no ano passado o governo reintroduziu a alíquota de 2% e obteve resultados positivos. "Agora nós fizemos essa medida ainda no período de capitalização da Petrobras. Esperei na verdade também o primeiro turno das eleições para não trazer nenhuma interferência", afirmou.

De acordo com o ministro da Fazenda, o governo ainda não identificou se a alta do real é efeito da desvalorização do dólar (no mundo) ou o ingresso de recursos estrangeiros que continua. “E não sabemos quanto o real teria valorizado sem as medidas. Temos de esperar mais tempo para ver a eficácia", explicou Mantega a investidores estrangeiros em evento no Council of Americas promovido em parceria com a Câmara de Comércio Brasil-EUA, em Nova York.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar