Economia e Mercado

Empresário volta defender retorno de shows na Bahia: “existem plenas condições”

[Empresário volta defender retorno de shows na Bahia: “existem plenas condições”]
19 de Janeiro de 2021 às 22:12 Por: Pixabay Por: Samuel Barbosa

O sócio da Produtora 2GB, Guto Ulm, voltou a defender na noite desta terça-feira (19), a realização de shows na Bahia seguindo protocolos sanitários de combate ao coronavírus. A declaração foi dada ao BNews após a divulgação de que um show de música experimental promovido em Barcelona, com 463 presentes, não teve nenhum infectado pelo vírus

"Eu sempre fui favorável ao retorno da atividade com a devida responsabilidade e protocolo. Existem plenas condições de retornar respeitando os protocolos, com diminuição de público, a indústria do entretenimento tem totais condições de fazer isso. Concordo e acho totalmente pertinente o retorno das atividades. Logicamente não posso negar que não é o ambiente ideal para pessoas de grupo de risco", disse à reportagem. 

O evento em Barcelona não teve distanciamento social, mas o uso de máscara N95 era obrigatório, com fluxos de ar e ventilação reforçados. Os voluntários que foram ao show tinham entre 18 e 59 anos, sem comorbidades, não viviam com idosos e não haviam recebido diagnóstico de covid nos últimos 14 dias. Todos os participantes assinaram um termo de consentimento livre. 

"Eu ainda trabalharia com pessoas de 18 a 39 anos, é bem menos arriscado", ressaltou o empresário. 
"Nós temos um protocolo que foi desenhado junto a prefeitura, mas ele está parado. Estamos apoiando as ações do governo e prefeitura mas também estamos prontos para a volta", afirmou.

Festa

O PRIMA-CoV teve duração de cinco horas, com quatro apresentações: duas sessões de DJs e duas atrações de música ao vivo. Cada voluntário permaneceu dentro do show cerca de 2 horas e 40 minutos. Medidas foram implantadas para evitar filas nos banheiros e na entrada e saída do show.

Quatorze dias depois do show um novo teste foi feito e o estudo foi considerado um sucesso, comprovando a possibilidade de um concerto seguro sem distanciamento social, mesmo durante a pandemia.

Leia também:

Resultado de show experimental motiva setor de eventos baiano a pedir liberação das autoridades

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar