Eleições

Serra, Dilma e a previdência

[Serra, Dilma e a previdência]
21 de Outubro de 2010 às 20:09 Por: Luiz Fernando Lima
O assunto do dia entre os candidatos à presidência da Republica, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), foi a tal da bolinha de papel fluminense e se o tucano foi ou não atingido por outra coisa após a gravação ou se ele simulou a agressão. Outros objetos que ganharam repercussão foram a bexiga d’água e o capô do carro  em que Dilma circulava no Paraná. Na oportunidade, a petista quase foi agredida quando desfilava em carreata.

Do lado de cá do mundo, a Agência Brasil noticiou a projeção do ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, sobre o rombo na área. De acordo com a agência de notícias, o  país encerrará o ano com o déficit de R$ 44,5 bilhões.

As informações sobre arrecadação e despesas com a aposentadoria foram divulgadas nesta quinta. Em setembro, o governo recebeu R$ 17.127 bi dos contribuintes e gastou R$ 26.318 bi. A diferença, de R$ 9.1 bi, tem que ser paga pelo Tesouro Nacional. No acúmulado do ano, até setembro o rombo já é de superior a R$ 40 bi. No mesmo período do ano passado o déficit foi parecido.

O assunto está fora da pauta de campanha, do horário político, das entrevistas, dos debates e, por que não, das prioridades dos presidenciáveis.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar