Entretenimento

O poetinha do Brasil

[O poetinha do Brasil]
19 de Outubro de 2010 às 14:57 Por: Redação Bocão News

Poeta, dramaturgo, jornalista, músico e diplomata. Todas essas foram profissões exercidas por Vinícius de Moraes, que se estivesse vivo completaria hoje 97 anos.

Em 1913 nasceu o poeta que entrou para a história do Brasil. Com apenas 7 anos escreveu o primeiro poema e desde então não parou mais. Além ter sido bacharel em direito, ele desempenhou papel como censor cinematográfico no Ministério das Relações Exteriores, estudou na universidade de Oxford (Inglaterra), foi diplomata em países, como Estados Unidos, Itália e França.

Com 50 anos, o poeta descobriu outro dom: a música. Assim, muitas de suas poesias tornaram-se canções. Vinícius fez parcerias com compositores brasileiros famosos como Tom Jobim e Toquinho.

Mas, tantas profissões não foram tão importantes quanto a poesia foi em sua vida. O homem que tinha as palavras na veia ficou conhecido como “o mais romântico dos poetas de sua geração”.

Vinícius parecia ir ao íntimo da classe feminina e usava o tema “amor” em muitas de suas composições. Ao seduzir as mulheres, adquiriu fama de galanteador e casou nove vezes.

No ano de 1980, com 66 anos, Vinícius de Morais realizava mais um trabalho com o amigo Toquinho: o segundo volume do álbum “Arca de Noé”, quando por ironia do destino, o poeta teve uma embolia pulmonar e no dia 9 de julho faleceu em sua casa, no Rio de Janeiro.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar