Esporte

Presidente do Bahia discursa sobre fim do Baianão, Conquista e contratações

[Presidente do Bahia discursa sobre fim do Baianão, Conquista e contratações]
05 de Maio de 2015 às 21:36 Por: Paulo M. Azevedo/Bocão News Por: Redação Galáticos Online (Twitter: @galaticosonline)
O presidente do Bahia, Marcelo Sant’ana, presente na premiação dos melhores jogadores do Campeonato Baiano, esclareceu as últimas declarações que deu sobre a extinção da competição estadual. De acordo com o dirigente, o torneio deve mudar o formato para beneficiar os grandes clubes.
“Acredito que temos que refletir sobre manter os clubes grandes dentro dos estaduais. Agora o campeonato estadual tem que continuar, principalmente, para os clubes menores. Mas quando você coloca os clubes maiores, pelo próprio calendário, eles têm que sair para disputar outras competições, então tem muito clube que fica restrito. Temos que fazer uma reflexão do papel dos estaduais dentro do calendário. Acredito que a gente se encaminha para o estadual ser seletiva para o regional”, disse.
 
Questionado sobre a sua gestão, o mandatário exaltou a produção da equipe em campo. “É um primeiro quadrimestre bom. Se alguém dissesse ao torcedor do Bahia no final do ano passado que jogaríamos duas finais em quatro meses, poucos acreditariam. A gente jogou as duas finais, chegamos bem para decidir as duas, mas não tivemos sucesso na Copa do Nordeste. Essas competições servem como preparação para a grande meta do ano que é a Série B e chegamos bem preparados para a nosso objetivo que é o acesso”, completou o dirigente.
 
Em relação à final do Baianão, Sant’ana ressaltou que o Vitória da Conquista foi um grande adversário e deu méritos ao clube do interior baiano por ter chegando à decisão estadual. “Se o clube do interior chegou a final é porque era o melhor. O Conquista chegou à final de forma invicta e se outros clubes foram eliminados no decorrer é porque não mostraram a capacidade de definir os jogos”.
 
Para finalizar, o presidente tricolor revelou quantas contratações o clube ainda deve fazer visando à disputa inicial da Série B do Brasileirão. “Talvez venha mais ou mais dois, no máximo. Não acho que a gente tem que trazer tantos jogadores. O trabalho que o elenco demonstrou foi bom. Sempre vemos deficiências, onde pode ser reforçado. Os atletas que esperamos anunciar, assim que resolvermos as pendências burocráticas, são atletas que vão agregar valor ao nosso time titular ou ao elenco, isso vai depender do Sérgio Soares”, encerrou Marcelo Sant’ana.
 
*Com informações do repórter Marcos Valença
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar