Esporte

Universidad vence o Grêmio em jogo histórico para chilenos

[Universidad vence o Grêmio em jogo histórico para chilenos]
27 de Abril de 2011 às 11:19 Por: Fidelis Tavares e Agências
A vitória da Universidad Católica sobre o Grêmio, por 2 a 1, nesta terça-feira (26), em pleno Estádio Olímpico, deixou o time chileno muito perto da classificação às quartas de final da Copa Libertadores da América. Os principais jornais do país destacaram nesta quarta o excelente resultado diante do time brasileiro e o bom momento vivido por “La U”. 

O diário La Tercera diz que a vitória da Universidad Católica foi “histórica” porque, pela primeira vez, um time do Chile venceu uma equipe argentina e uma brasileira, fora de casa, em uma mesma edição de um torneio continental. Para o jornal, o triunfo é “a confirmação do grande momento que atravessa o campeão chileno”, que também lidera o campeonato nacional. 

O time do Grêmio, contudo, não fez uma boa partida, caiu na provocação do rival e ameaçou poucas vezes o gol de Paulo Garcés. Ainda jogou desfalcado do goleiro Victor e do lateral Lúcio (machucados), além do zagueiro Rodolfo, expulso diante do Oriente Petrolero na última partida do time da Libertadores.

Punição - Após a derrota, em pleno estádio Olímpico, o técnico Renato Gaúcho disse que o atacante Borges será multado pelo Grêmio devido a expulsão no primeiro tempo da partida contra o time chileno. O jogo era válido pelas oitavas de final da Taça Libertadores.

No lance, Borges acertou uma cotovela em um adversário, em lance sem a disputa da bola e prejudicou a equipe, que precisa vencer o rival no jogo de volta em Santiago, no dia 4 de maio, por dois gols de diferença para se classificar.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar