Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Privacidade para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Esporte

Bahia perde de 3 a 1 para o Ceará na primeira partida da final da Copa do Nordeste

[Bahia perde de 3 a 1 para o Ceará na primeira partida da final da Copa do Nordeste]
Por: Felipe Oliveira/ECB Por: Luiz Felipe Fernandez 0comentários

O Bahia foi derrotado por 3 a 1 para o Ceará na primeira partida da final da Copa do Nordeste, na tarde deste sábado (1º), no Estádio de Pituaçu. O tricolor saiu na frente com Fernandão, mas sofreu a virada no segundo tempo e viu o caminho para o título ficar ainda mais difícil.

A próxima partida será mais uma vez no Estádio de Pituaçu, desta vez com o Esquadrão como mandante.

Será preciso vencer por três gols de diferença para evitar a disputa de pênaltis. Em caso de empate ou de vitória por vantagem de até um gol, o título fica com o alvinegro.

O primeiro gol foi marcado por Fernandão, que substituiu o titular absoluto Gilberto, artilheiro da equipe na competição, após uma boa jogada do volante Flávio. Ele  aproveitou o vacilo na saída de bola do Ceará, roubou a bola na intermediária e tocou para o atacante, livre, marcar o seu terceiro tento na temporada.

Mas a resposta do Vozão veio cedo, após um chute longo do goleiro Fernando Prass. O lateral Juninho Capixaba errou na cobertura, recuou errado e acabou trombando com o goleiro Anderson. O caminho ficou livre para Fernando Sobral, que só empurrou para o gol vazio.

No segundo tempo, o Ceará ampliou com um cruzamento preciso do lateral-direito Samuel Xavier, na cabeça de Cléber. O atacante de 1,95 não perdoou e sacramentou a virada.

Em nova desatenção da defesa do Bahia, novamente com um passe do experiente arqueiro Fernando Prass, o ponta Matheus Gonçalves, que entrou no 2º tempo no lugar de Leandro Carvalho, cortou para o meio e bateu rasteiro. A bola desvia na defesa e tira todas as chances do goleiro tricolor.

O treinador Roger Machado tentou propor mudanças na equipe para buscar ao menos o empate, mas foi em vão. Primeiro, colocou o meia Daniel, responsável pelo gol da classificação do Esquadrão contra o Confiança, no lugar de Gregore.

Apagado, Clayson deixou o campo para a entrada de Rossi, que deu mais movimentação - sem surtir efeito. O jovem atacante Saldanha ainda entrou já no fim da partida, no lugar do desgastado Rodriguinho, mas pouco tocou na bola.

Com o resultado, o Bahia ficou ainda mais distante do título da Copa do Nordeste, competição que se tornou o principal objetivo do time desde a eliminação da Copa do Brasil. 

Será preciso ser superior à equipe comandada por Guto Ferreira, invicta no campeonato, e reverter o resultado de dois gols de diferença.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

PodCast

Mais Lidas