Geral

Reivindicações do MST serão levadas ao governador

[Reivindicações do MST serão levadas ao governador]
19 de Abril de 2011 às 06:01 Por: Agecom

 

 
Em reunião realizada, na noite desta segunda-feira (18), entre os secretários estaduais de Relações Institucionais, Cézar Lisboa, da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, Eduardo Salles, com o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), foi definida uma pauta com as principais reivindicações, as quais serão encaminhadas ao governador Jaques Wagner.
 
No encontro, que ocorreu na Fundação Luís Eduardo Magalhães (Flem), foram debatidos três eixos - educação, produção agrícola e posse de terra. De acordo com Cézar Lisboa, muita coisa avançou nas negociações, principalmente em relação à produção agrícola, setor para o qual o movimento solicita mais apoio técnico, mecanização, entre outras reivindicações.
 
Na educação, os trabalhadores rurais querem a construção de mais escolas nos assentamentos e um ensino voltado para a questão rural, com professores especializados no assunto. Para agilizar o assentamento de famílias do MST, eles pedem apoio do Governo da Bahia na interlocução com o governo federal.
 
O coordenador estadual do MST, Márcio Matos, afirmou que a demanda do movimento é grande, mas disse estar confiante quanto ao progresso das negociações. “Queremos que seja feita uma ponte entre o Estado e o governo federal para que esse processo de assentamento seja mais ágil. Essa negociação é uma sinalização inicial de busca por nossas melhorias”.
 
De acordo com o secretário Eduardo Salles, a Bahia possui 553 assentamentos, que recebem assistência técnica para a melhoria da produção e o estado baiano foi pioneiro no projeto de apoio à produção do trabalhador rural.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Compartilhar